sábado, 2 de julho de 2016

SObreVIvêncIA

Você já pensou no que te faz sobreviver dentro da escassez que o cerca?!


Eu sempre pensei no que seria
Olhei os horizontes que me incubiram
Vi rotas, tentei desvendá-las
Mas, hoje, estou aqui perdido
Uma falácia me separa do céu
Do inferno, que me abriga em dores - só algumas cores!
Matinais - numa latitude alfandegária
Não são sonhos bons, são derrotas e recusas
Eu sempre pensei no que seria, 
No que estaria ao meu alcance.
Vi, olhei, enxerguei muitos caminhos
Talvez, eu tenha tomado o mais árduo deles
E, não, era, para ser assim
Eu tenho manias, da dor, da cor, da racionalidade intrínseca
Eu só queria, neste momento, decidir-me pela sobrevivência da minha geração.

Eu só queria sobreviver...



Nenhum comentário:

Postar um comentário