sexta-feira, 22 de julho de 2016

Sensibilidade


Te falta tudo isso. Te falta essa sensibilidade.
Não olhas o teu semelhante
Não o observa. Nem o caracteriza.
Que olhos são estes?
Olhos de merda... Pra que os têm?
Te falta - falta-te - sensibilidade.
Não só a ti; a eles.
A sensibilidade diz muito pra mim
Diz muito de quem me entende
De qual ser que me enxerga
Noto em ti que há ausência disso
Então, falta-te - te falta - sensibilidade.
Isso me deixa, agora aqui, descrente
Um pouco menos acreditado de ti
Por que tu esqueces e some?
É uma ausência repudiante
Não sou e nem quero ser seu dono.
Mas meus desejos são esses.
Te falta sensibilidade...
Então falta tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário