quinta-feira, 11 de junho de 2015

Emoção

Às vezes uma emoção me percorre as veias, onde o sangue pulsa mais rápido, e acaba por se dar num contagiante choque sistêmico e delirante. Abro e fecho os olhos rapidamente; meus cílios refletem ao sol que brilha e me engrandece lá fora. Eu grito! Grito mais de mil vezes que estou feliz e que quero, cada vez mais, essa sensação, essa nostalgia boa, essa realização de um sonho.
É tão bom quando essa emoção percorre meus pulmões, deixando-os inflados, cheios de energias boas e positivas. Acabo por beber mais água, porque água é vida e eu a reverencio. São etapas que a vida tem, são barreiras quebradas que nos trazem essa delirante e aspirante sensação de que tudo vai começar a dar certo, e você sabe, por além das dificuldades, que basta acreditar e reservar as energias positivas em seu torno que tudo acontecerá, por mais complicada que esteja sua situação. Restabelecemos e damos pautas à imaginação; damos obras rascunhadas aos delírios e beijamos os pés de quem nos aclama pedindo por amor.
Abro a porta do meu coração e posso, mais uma vez, sentir a veracidade dos fatos; a constante muda e passa a ser dinâmica e cada vez mais contagiante. Meu cérebro reconhece essa emoção e lágrimas me percorrem o rosto meio deformado, externalizando a quem quer que seja que eu estou bem e feliz; minhas lamúrias já não são mais de pesadelos; contudo, dos sonhos realizados.
Fico aqui, neste embargo percebendo o quanto a vida tem sido boa, e eu mal posso esperar a hora de agradecer e me sentir cada vez mais completo e radiante diante a tudo, e mais ainda da natureza, a quem eu nunca dei valor, e que agora faz parte integrante do meu rol de maravilhas.
Consigo, enfim, olhar as pessoas e vê-las em sua magnitude de energias; consigo enxergá-las em seu aspecto humano; vê-las e notá-las como pessoas inacabadas e merecedoras da felicidade quanto qualquer outro ser. Não vejo-nas como seres suplentes, mas protagonistas de uma vida que cobra cada dia mais e que, mesmo assim, não perdem a energia ou a vontade de gritar "venci" ao final de cada dia. Bom, sou esta esfera mal polida, mas que a cada nota de uma boa música aprende e sabe que tudo poderá ser melhor, basta transmitirmos uma ótima energia ao cosmos e esperar a emoção chegar.

Transforme a lágrima que corre seus lábios na mais doce possível. Sorria.


Nenhum comentário:

Postar um comentário