sábado, 3 de janeiro de 2015

No balanço

Sentar-se num balanço
Ter-te atrás num abraço
Foi incrível!
Um sentimento indescritível.

Foi num rápido rodeio
De meias palavras avulsas
Logo embarcadas numa pulsação
Ah! Foi inesperado!

Nem digo que foi beijo roubado
Nem amor desperdiçado
Foi apenas um encontro
De poucas palavras faladas

Que gostoso foi...
Foi mesmo um conto de fadas
E foi no balanço
Nesta imensa carga de cátions!



Foto tirada do google imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário