segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

TAG: Doenças Literárias

Olá, pessoal, fui marcado esta semana pelo Blog Chaleira Literária para a TAG: Doenças Literárias, que se resume em escolher um livro que represente alguma das doenças que foram citadas abaixo. Vou contribuir. Vamos lá!

Diabetes: 
Um livro muito doce.





Como amo romances e sou escritor desse gênero, o meu romance docinho é o "Um Amor para Recordar" do Nicholas Sparks. Uma moça que muda sua vida ao ser parceira de baile do Jaime. É o mel mais puro que existe. Sparks tem essa característica.

Catapora: 
Um livro que você pegou para ler e nunca mais vai pegar de novo.




Eu escolho o livro "Dom Casmurro", não porque é um livro ruim, está extremamente longe disso; Machado de Assis é "Divo" da literatura. Mas, porque, na época em que li, fui obrigado por conta dos vestibulares, e isso me irritou muito, criando certa chateação. É um clássico da nossa literatura, mas foi só uma vez mesmo. Nunca mais eu o quis ler, e nem pretendo.

Ciclo Menstrual (Não se caracteriza como doença, e sim como um processo natural feminino):
Um livro que você relê constantemente.



É claro... eu escolho o meu Pequeno Príncipe. Simplesmente encantador. Leio-o várias vezes.

Gripe: 
Um livro que se espalhou como vírus.




Olha, tem vários, mas o que eu mais acho que "contaminou" muita gente a ponto de uma pandemia, foi o Cinquenta Tons de Cinza, não porque a literatura é ótima, mas por conter cenas quentes. Aliás, o filme está chegando, o que deve fazer este vírus voltar em cena. Eu li, confesso; prendeu-me na leitura, mas está longe de ser um livro muito bom, levando em conta aspectos literários.

Asma:
Livro que tirou seu fôlego.




Acredito que o "O Preço de Ser Diferente" de Mônica de Castro foi bem interessante e me emocionou bastante, a ponto de perder o ar com tanto drama e sofrimento das personagens. Indico; principalmente ao público LGBT.



Insônia:
Livro que tirou seu sono.



O Código Da Vinci. Sem sombra de dúvidas, fiquei acordado muito tempo lendo este livro, me fez ficar sem piscar. Recomendo.

Amnésia:
Um livro que você leu, mas não se lembra muito bem.



Bom... O Guarani, de José de Alencar. Realmente eu li, mas não lembro nem mesmo o nome das personagens, nem o que fizeram, nem o desfecho. Será mesmo que eu o li? (Eu só lembro que faz parte do Romantismo no Brasil, como o livro Iracema, deste eu lembro um pouco mais).


Doenças de Viagem:
Um livro que te leva pra outra época/mundo/lugar.



Talvez esta doença esteja mais ligada a livros de ficção científica, do qual eu não leio. Ou, até mesmo, fantasia, daqueles em que existe um outro mundo, criaturas fantásticas. Uma dificuldade me abateu aqui.
Mas... Vou contribuir com um que me fez devanear... 
O "Revolução dos Bichos" de Jorge Orwell, em que os bichos têm fala e dão vida a um cenário histórico levando-me para a Revolução Russa.

E é isso! 

Espero que tenha gostado desse desafio!

O Blog Provocando quer desafiar também o Blog Sentimentalismo a participar desta TAG.



7 comentários:

  1. acho que ja tive varias doenças viu, principalmente catapora, ciclo menstrual e diabetes... hahah adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha eu sabia que você ia gostar do Ciclo Menstrual! ;)

      Excluir
  2. Ou, eu não leio muito, mas o Blog tá legal! Parabéns, Brunão!

    ResponderExcluir
  3. Tem um amigo me prometendo emprestar O preço de ser diferente toda vez que conversamos sobre livros.Não faz o meu tipo, mas estou curioso pra ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk eu empresto meu querido, tenho ele. Depois te procuro pra te entregar.

      Excluir
  4. Acredito que os livros do Nichollas se encaixam bem no "muito doce...haha Adorei a TAG. Quero muito ler a "Revolução do bichos", está na minha lista antiga de livros e ainda não li...rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só li este aí do Nichollas e achei legal, bem romantico. Falta-me tempo pros outros. A Revolução dos bichos é legal, aconselho. É uma aula de história numa metáfora incrível.

      Excluir