sábado, 26 de março de 2016

Ser para si só

Imagem retirada de: https://malignacura.files.wordpress.com/2013/01/200603_423642801041349_779540177_n.jpg

SER OU NÃO SER, EIS A QUESTÃO.

Hoje parei para analisar o quanto as pessoas contribuíram à minha existência. Muitas passaram por ela e, mesmo sem perceberem, deixaram um pouquinho para me ajudar a constituir o meu ser. Obviamente, há coisas que somente eu sou o responsável pela criação e formulação; no entanto, notar que diferentes personalidades ajudam você a construir o ser que se é, é importante, pois o ser humano é sociável e tem o privilégio da fala para interagir entre os diversos estilos, etnias, culturas etc. que existem.

Em questão de pouco tempo, eu cresci. Quando digo crescer, não é no sentido biológico, mas no sentido psicológico e intrínseco do meu ser. Há tempos venho pensando em publicar algo parecido a isto, mas sempre me faltou tempo para raciocinar e decidir o que, de fato, me fez "crescer", transmutar entre tantos obstáculos que vieram a este tempo.

Eu chego à conclusão que a minha ousadia e determinação, além da coragem e paciência, me fizeram conquistar olhares e trazê-los, quase que integralmente, para mim. O que quero dizer é, o respaldo que eu sempre dei às pessoas que me fizeram companhia, foi crucial para que eu tivesse também algo em troca; seja um carinho ou palavras que me fizessem refletir duramente por dias e dias (Na verdade, este último sempre me foi mais atrativo; pessoas que me fizeram refletir mais, sempre tiveram um lugarzinho na minha memória).

Refletir é algo que uso muito, e conhecer pessoas diferentes, únicas, fizeram-me traçar linhas de quem eu queria me tornar. Talvez a personalidade forte de "fulano" não me trouxesse a verdadeira realidade e comicidade que eu tanto almejava; no entanto, a personalidade frágil e menos forte de "ciclano" fosse o contraste que me deixaria bobo, que me faria mesclar ambas e surgir em algo que (com um toque da minha história e característica) fizesse meus olhos brilharem diante àquilo que eu queria ser.

Noto, de antemão, que as personalidades das diferentes pessoas que cruzaram a minha vida trouxeram-me focos e pontuações para o meu ajuste e reajuste, fazendo-me traçar um ser humano cada vez mais honesto com o que sinto e o que desejo, passando a me conhecer numa esfera que é só minha (muito pessoal), vendo que a vida é feita de diferenças, e que estas estão pautadas em diversos tópicos único e exclusivamente meus, a ponto de me fazerem mais gente, mais sensível, mais amável e original dentro do que realmente eu sou.


Pense sobre isso você também. Deixe seus comentários!! 

Obrigado por ler até aqui!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário