segunda-feira, 13 de abril de 2015

Nem é bipolaridade

Acho engraçada essa vida
Uma hora você está bobo
Outra, sério
Em uma próxima, chateado
Logo em seguida, bravo
Como pode nosso humor mudar tanto?
Muda constantemente...
Levianamente...
Sem a gente perceber.

Acho engraçada essa vida
A gente se apaixona 
E logo depois se dá conta
Que não era tudo aquilo
Nem mesmo quer mais senti-lo
Ainda tem a coragem de dizer:
"Como eu fiquei com você?"

Acho engraçada essa vida
Nem parece verdade
Nem parece mentira
Assemelha a uma desordem mental
Em que uma hora tudo está bem
E na mesma hora, tudo está mal.


Nenhum comentário:

Postar um comentário