sexta-feira, 10 de abril de 2015

Aprendi...

Ontem, hoje, amanhã... Eu vou aprendendo a cada dia, com cada uma das pessoas que passam por minha vida. Aprendi a não gostar demais, porque o sofrimento é trágico; aprendi a não idealizar coisas que não estão nem próximas da realidade; aprendi que querer alguém é diferente de já tê-la ao seu lado; aprendi que devemos dar valor a nós, acima de tudo, de conquistar os nossos sonhos, antes de pensar em qualquer outro que seja; aprendi a dar-me a si próprio, a perdoar quando preciso e a ser eu mesmo numa relação que não mereça que eu seja um alienado; aprendi que devo dar valor a minha alma, ao meu corpo, às qualidades que possuo, e a transformar os meus defeitos em pontos positivos; aprendi...
Bom...

As lutas do dia-a-dia dão forças e aprendizado pra nos guiarmos sempre pelo caminho mais sensato, por mais difícil e exaustivo que este seja. Por mais delirante e conturbante que os pedregulhos da estrada possam nos entorpecer. Por mais angústias e derrotas em lutas que possamos passar. Por mais tudo de pior que os caminhos sensatos nos revelam.
Aprendi que com as pessoas a gente não brinca, a gente brinca e sorri. Aprendi que com as pessoas, a gente não mata, a gente mata e aprendi. Aprendi que com as pessoas, a gente não lisonjeia, a gente elogia e faz feliz. Aprendi que com as pessoas, a gente não inventa, a gente reinventa o nosso caráter e deixa seguir.

Aprendi tanto que nem sei mais o que tanto aprendi, porque foi tanto aprendizado em tão pouco tempo, que cresci.



Nenhum comentário:

Postar um comentário